MENTE

03/10/2014
Sonhos

Desde que o mundo é mundo os seres humanos se intrigam com o fenômeno dos sonhos. Ao longo do tempo, cada civilização foi propondo suas teorias para explicar esses flashes que se passam em nossa mente enquanto dormimos. Já se pensou que o sonho seria uma forma de prever o futuro ou até mesmo um mecanismo pelo qual o inconsciente nos enviaria mensagens cifradas... mas nada disso tem comprovação científica. Entretanto, a ciência já sabe um monte de coisas sobre os sonhos.

Uma das principais funções dos sonhos é arrumar as informações na nossa memória. Você já foi a uma biblioteca? Nas bibliotecas, ao final de cada dia, o bibliotecário pega aquela pilha de livros lidos e devolvidos e vai arrumando, um a um, no seu devido lugar, dentro de uma lógica, para que, no dia seguinte, todo mundo saiba onde está o livro que precisa. O sonho tem, no nosso cérebro, exatamente essa função. Através de uma cascata de processos moleculares, durante o sono, o cérebro vai repassando vários pedaços de informação do dia, descartando o que não serve e arrumando o que ele quer guardar na memória da melhor forma possível. É por isso que, o que mais precisamos, depois de um dia cheio de informações novas, é de algumas horas de sono.

E o que o conteúdo dos sonhos significa? O conteúdo dos sonhos nada mais é do que coisas que estão armazenadas no seu cérebro sozinhas ou combinadas entre si (às vezes, em combinações bem estranhas, como quando alguém sonha que está se casando com um colega de trabalho, por exemplo). Assim, sonhar alguma coisa esquisita só significa que, na hora da arrumação, o bibliotecário andou mexendo em outras prateleiras também antes de arrumar tudo... E qual o significado disso? Nenhum necessariamente.

Um dos grandes perigos aqui é exatamente ficar tentando criar um significado. Como muitas pessoas ainda acreditam que sonhar algo pode ser uma premonição ou um desejo, muitas vezes o sonho acaba virando um problema. Imagina que você sonhe que alguém que você gosta está morrendo? Se você ficar tentando achar um significado “oculto” nesse sonho, é possível que acabe passando o seu dia seguinte preocupado ou morrendo de culpa!
Além disso, enquanto dormimos, passamos por diversas fases do sono, varias vezes por noite. Cada fase tem seu conjunto de funções e estados cerebrais e corporais próprios. O processo de arrumação da memória que falamos acima, por exemplo, acontece de formas diferentes nas diversas fases do sono. Da mesma forma, a parte do seu cérebro que às vezes fica meio desperta e resolve bisbilhotar oo que você está sonhando (e que vai querer lembrar do sonho no dia seguinte) também sofre oscilação na sua atividade ao longo da noite. Portanto, tentar se lembrar de um sonho é, necessariamente, uma abstração... É como se você visse várias cenas sem muita conexão entre si e tivesse que formar com elas uma história com início meio e fim. Por isso, qualquer relato de sonho “é uma obra de ficção, sem compromisso com a realidade”. E tudo bem...

Finalmente... E os pesadelos? Ter pesadelos significa basicamente uma coisa: que seu sistema do medo cerebral andou trabalhando durante a noite. Se uma emoção (medo, tristeza, raiva, felicidade, expectativa etc) está ativa durante o sono, ela vai “colorir” as informações que o seu cérebro está organizando. Aí o que era só uma história sem pé nem cabeça, passa a ser uma história sem pé nem cabeça e cheia de emoção! No caso dos pesadelos, emoções negativas como medo, tristeza, raiva...

E por que o sistema das emoções se ativou? Provavelmente pelas mesmas razões que se ativa de dia... por alguma coisa que estava acontecendo no ambiente (você estava com frio, foi dormir com a barriga cheia, seu marido ronca etc) ou dentro de você. Claro que se você anda tendo aquela emoção de dia, provavelmente vai ter de noite também. Entretanto, de dia, com o cérebro bem acordadinho, talvez seja mais produtivo pensar sobre os problemas do que ficar “viajando” tentando encontrar significados cifrados nos seus sonhos.

Dra. Aline Sardinha - Psicóloga Clínica e Coach (CRP:34.146)




COMPARTILHE:

COMENTÁRIOS
Nome: Mensagem:
E-mail:
Informe esse número ao lado:
trocar imagem