SEXUALIDADE

12/02/2015
Homem que é homem

Homem que é homem quer sexo 24 horas por dia, sete dias por semana. Está sempre pronto e bem disposto. Mesmo que não esteja, ele nunca diz não. Ele fica pronto em questão de segundos. Antes mesmo de abrir a barriguilha. Seu pênis, constantemente disponível e ereto, quer se enfiar onde for possível. O tempo todo. Onde deixarem. E se não der, vai ter que se aliviar sozinho. Ele precisa disso. Urgente. Esse homem deseja o maior número de parceiras possível.

O sexo do homem de verdade simplesmente flui. E funciona. Sempre. Ele já nasce sabendo. Ou aprende por aí, na rua. E depois disso também não tem muito mais o que aprender. Ele vai lá e faz. E faz bem feito. Praticamente uma máquina do amor. Até porque, quem não dá conta do recado, abre espaço para a concorrência. Ele também sabe exatamente do que sua parceira precisa para ter desejo, se excitar e gozar. Por falar nisso, a mulher do macho de verdade goza sempre. E alto. Porque ele é muito competente nisso. Aprendeu na rua a saber o que elas querem.

Ele também pode ser um macho moderno, sensível e competente o suficiente para se responsabilizar ainda pela excitação e o prazer de sua parceira. O cara tem pegada. E faz uma abordagem sempre estimulante, suficiente para despertar o desejo dela. Ele sabe a melhor forma de estimulá-la, ele não precisa que ela lhe diga do que precisa.

Ele consegue esperar que ela tenha orgasmo, o tempo que for necessário, antes de ejacular. Sua ereção pode durar indefinidamente. E seu pênis ficará colado no umbigo durante horas, como nos filmes pornô. Ele ainda consegue controlar completamente o momento em que ocorrerá sua ejaculação. E se não conseguir, não tem problema. Homem que é homem dá duas, três ou quantas forem necessárias.

Homem que é homem pode vir a se apaixonar. Mas ainda assim conseguirá separar sexo e amor e continuará a desejar ter todas as parceiras do mundo. Ele se sente confortável em falar abertamente sobre sexo. Mas nunca sobre o sexo que ele faz em casa. Jamais sobre a própria sexualidade. Nem mesmo com sua parceira. Na verdade, sexo é natural, é algo que se faz, não se fala. Até porque homem que é homem não é muito fã de discutir relação.

Ele também sabe muito bem colocar uma camisinha. E não gosta. Mas não se preocupa muito com isso. Afinal, a preocupação com gravidez é coisa de mulher. Por isso, ele não precisa saber muito sobre como funcionam essas coisas. Ah, claro, ele não tem medo de brochar. Na verdade, homem que é homem nunca brochou. Não brocha. Nem jamais brochará. Certo?

Dra. Aline Sardinha – Psicóloga Clinica e Coach (CRP:34.146)




COMPARTILHE:

COMENTÁRIOS
Nome: Mensagem:
E-mail:
Informe esse número ao lado:
trocar imagem