TRABALHO

11/11/2013
Ansiedade no trabalho

Todo mundo, em algum momento da vida, já sentiu ansiedade no trabalho. Se pensarmos no modelo psicológico da ansiedade como uma reação que ocorre sempre que não estamos seguros de ter os recursos necessários para dar conta de uma determinada situação, e lógico que o trabalho seria uma fonte de ansiedade previsível.

Entretanto, muitas pessoas enfrentam ansiedade relacionada ao trabalho regularmente, chegando inclusive a acreditar que e impossível trabalhar sem se sentir assim. Nesse momento, vale a pena avaliar se não estamos caindo em algumas armadilhas mentais que comumente contribuem para o excesso de ansiedade no ambiente de trabalho.

Por exemplo, a crença de que se deve agradar a todos e a consequente dificuldade de dizer não contribuem muito para a ansiedade ao nos fazer assumir mais compromissos do que podemos lidar de maneira adequada. Quando queremos fazer tudo, criamos para nos mesmos uma armadilha e aumentamos a chance de efetivamente não dar conta.

Outra arapuca comum são os padrões perfeccionistas. A sensação de que sempre podemos e devemos fazer melhor consome tempo e energia, muitas vezes, desnecessários. A qualidade de um trabalho precisa ser ajustada ao tempo disponível e a sua importância. É irreal querer fazer todas as tarefas perfeitamente. Nesse sentindo, estabelecer prioridades nos ajuda a planejar o quanto de esforço podemos despender com uma determinada tarefa e quanto tempo temos disponível. Uma vez que o tempo é finito e limitado por definição, habilidades de planejamento e uma visão realista permitem obter o melhor resultado possível em cada caso.

Assim, chegamos a outro ponto importante: estabeleça metas objetivas e realistas. Achar que poderá se dedicar muito a todas as tarefas é provavelmente impossível, certamente provocará muita ansiedade e possivelmente comprometerá o resultado final do trabalho. Então, da próxima vez que se perceber ansioso, observe se não foi fisgado por umas das arapucas acima. Elas são muito mais comuns do que parecem.

Dra. Aline Sardinha - Psicóloga clínica e Coach (CRP/05:34.146)







COMPARTILHE:

COMENTÁRIOS
Nome: Mensagem:
E-mail:
Informe esse número ao lado:
trocar imagem