VIDA

20/12/2013
Retrospectiva de ano novo

Chega o final do ano e os veículos de comunicação iniciam uma maratona de retrospectivas: melhores programas de televisão, grandes tragédias, pessoas que deixaram a sua marca. Algumas pessoas tem o hábito de reservar um tempo para fazer também o seu balanço anual, avaliando o que aconteceu no ano e gerando metas a serem alcançadas nos próximos 365 dias.

Quem nunca fez promessas de ano novo que atire a primeira pedra! Metas, pedidos, desejos que se realizarão, ou não, no ano que vem. Nada contra ter projetos de ano novo. Se bem pensados, eles, de fato, nos ajudam e nos motivam a continuar avançando em nossos objetivos pessoais e profissionais.

Entretanto, gostaria de propor uma retrospectiva diferente esse ano. A pergunta a ser respondida desta vez é: o que deu certo no ano que passou? Que coisas boas aconteceram? Que surpresas positivas tivemos? Que coisas ruins nos preocuparam, mas acabaram não ocorrendo? Vale incluir na sua lista desde grandes feitos - um filho que passou de ano ou resultados positivos no trabalho - até pequenas delícias, como o voo que saiu na hora em plena véspera de Natal. Não se esqueça dos eventos que ocorrem regularmente, como viagens de férias e festas de aniversário que tanto nos alegraram. Vamos pensar em, pelo menos, dez itens?

Inicialmente pode parecer difícil lembrar de tudo, mas se você conseguir chegar a dez, pode ter certeza que chega a vinte ou mesmo cem coisas boas que aconteceram este ano. Mais um detalhe: se algo ruim lhe vier à cabeça, procure imediatamente uma coisa boa. Não se esqueça: exercício é sobre coisas boas. Pensar sobre o que deu errado e o que precisa melhorar, para muitas pessoas, já é um hábito. E é exatamente contra essa tendência que este exercício se propõe. Pelo menos uma vez por ano.

Ao contrário do que prega o senso comum, estudos da psicologia mostram que focar no que deu certo é tão ou mais importante para melhorar o desempenho quanto avaliar o que saiu errado. Se gostar da brincadeira, compartilhe-a com aqueles que você ama. Mais gostoso do que reviver os bons momentos do ano, é revivê-los junto àqueles que são importantes para nós.

Dra. Aline Sardinha - Psicóloga clínica e Coach (CRP/05:34.146).







COMPARTILHE:

COMENTÁRIOS
Nome: Mensagem:
E-mail:
Informe esse número ao lado:
trocar imagem