VIDA

28/01/2014
Prioridades

A vida moderna nos soterra todos os dias com informações e afazeres. Vivemos exaustos, correndo e, normalmente, sempre devendo. No meio disso tudo, acabamos fazendo muito e, algumas vezes, deixando de fazer o que é realmente importante. Para começarmos a reflexão de hoje, vamos pensar sobre a seguinte questão:

Se você pudesse pensar em alguma coisa na sua vida que, se você se dedicasse bastante a ponto de conseguir fazer muito bem, seria determinante para o seu sucesso e sua felicidade? Sim? Então, porque você não está fazendo isso exatamente agora?

Por mais radical que pareça, na verdade, estamos falando de prioridades. O que realmente importa na vida de cada um de nós. Muitas pessoas tem uma ideia, pelo menos, do que seriam as próprias prioridades. Entretanto, poucas vezes conseguimos organizar as demandas da nossa vida diária de forma a nos permitir ter tempo para nos dedicar ao que realmente importa. Acabamos sendo engolidos pelo turbilhão de tarefas do dia-a-dia.

Imagine um gerente de uma empresa que passa o dia todo cuidando do operacional que, ao final do expediente, não tem mais energia física e mental para pensar em ideias inovadoras ou mesmo para marcar uma reunião com um novo investidor. Isso é uma das grandes dificuldades que vemos hoje na gestão de empresas. Entretanto, a mesma lógica se aplica à vida das pessoas.

Para planejar e implementar seus grandes projetos, é preciso ter tempo. Não apenas tempo, mas tranquilidade. Por isso, para conseguir fazer sobrar tempo para o que realmente importa, você vai ter que deixar de fazer as coisas do jeito sempre faz. Não tem alternativa. Como toda mudança, inicialmente não vai ser nem um pouco natural nem confortável. Entretanto, rapidamente, quando os primeiros rascunhos da sua nova vida começarem a aparecer, veremos o quanto valeu a pena.

Assim, ao planejar o seu dia de amanhã, pense em quantos minutos você pretende dedicar a cada uma das suas tarefas considerando o que é realmente importante pra você. Seu projeto principal tem que ocupar a maior parte do seu dia e dos seus pensamentos. Qualquer que seja ele.

Dra. Aline Sardinha: Psicóloga clínica e Coach (CRP/05:34.146)




COMPARTILHE:

COMENTÁRIOS
Nome: Mensagem:
E-mail:
Informe esse número ao lado:
trocar imagem